Domingo, 4 de Maio de 2008

...

“A forma como comunicamos com outros e com nós mesmos, em última análise, determina a qualidade da nossa vida.” - Anthony Robbins

A Última Corda

ERA UMA VEZ um grande violinista chamado PAGANINI. Alguns diziam que era muito estranho, outros que era sobrenatural.

Numa certa noite, o palco de um auditório repleto de admiradores estava preparado para recebê-lo.

A orquestra entrou e foi aplaudida, o maestro foi ovacionado, mas quando a figura de Paganini surgiu, triunfante, o público delirou.

Paganini coloca o violino no ombro e o que se assiste a seguir é indescritível; Breves e semibreves, fusas e semifusas, colcheias e semicolcheias parecem ter asas e voar com o toque daqueles dedos encantados.

DE REPENTE, um som estranho interrompe o devaneio da platéia; Parte-se uma das cordas do violino de Paganini … O maestro pára, a orquestra pára, o público pára, mas Paganini NÃO!

Continuou a olhar para a sua partitura e a tirar sons deliciosos de um violino com problemas. O maestro e a orquestra, empolgados, voltam a tocar. Ainda o público estava a recuperar quando, DE REPENTE, um outro som pertubador desperta a atenção dos assistentes… Parte-se uma outra corda do violino de Paganini. O maestro pára e a orquestra páram mais uma vez, Paganini NÃO!

Como se nada tivesse acontecido, ele esquece as dificuldades e avança tirando sons do impossível. O maestro e a orquestra, impressionados voltam a tocar. Mas o público não imaginava o que aconteceria a seguir. Todas as pessoas, pasmadas, gritaram “OOOHHH!!!” que ecoou pela abobadilha daquele auditório, parte-se a terceira corda do violino de Paganini… O maestro e a orquestra páram. A respiração do público pára. Mas Paganini NÃO!

Como se fosse um contorcionista musical, ele tira todos os sons da única corda que sobrava naquele violino destruído. Nenhuma nota foi esquecida. O maestro empolgado anima-se, a orquestra motiva-se e o público parte do silêncio para a euforia, da inércia para o delírio.

Paganini atinge a glória e, o seu nome corre através do tempo. Ele não é apenas um violinista genial, é o símbolo do profissional que continua diante do impossível.

Independentemente dos problemas, pessoais, conjugais, ou familiares, que afectem a sua auto-estima ou o seu desempenho profissional, nem tudo está perdido. A VIDA vai sempre lhe deixar uma última corda e, é nela que irá exercer o seu maior talento: o talento da Persistência!

Todos temos um “Paganini” dentro de nós pronto para avançar e vencer. Vitória é a arte de continuarmos, onde os outros resolvem parar.

Mas, se por acaso, se estiver a sentir no limite das suas forças, esta é a sua oportunidade de tocar na melhor corda do universo: altere o seu diálogo e ACREDITE EM SI !!!

publicado por lifecoaching às 22:22
link do post | comentar | favorito

Espaço de Coaching Pessoal

Mais do que um blog, este consultório online é um espaço onde pode saber mais sobre Coaching Pessoal. Para si que tem questões e dúvidas nas áreas mais importantes da sua vida o Coaching é uma poderosa parceria que o habilita a gerar mudança, e mudar a sua vida.
Pronto para levar a sua VIDA, os seus Objectivos e as suas Metas para o próximo nível?
O Coaching facilita e leva-o a descobrir poderosas estratégias que o transportam numa fantástica jornada de descoberta e crescimento de onde está AGORA, para onde sonha e deseja vir a estar.

Envie a sua questão:E-mail: jorge@jorgecoutinho.com

Jorge Coutinho

Results Coach e Neurostrategist, Practitioner em PNL, Hipnoterapia e Time Line Therapy e Master Trainer em Coaching. É Membro da comunidade Anthony Robbins sendo actualmente o primeiro e único Senior Leader desta organização em Portugal. Instrutor de Firewalking.
Membro do ICF (International Coach Federation). Criador do Workshop de Desenvolvimento Pessoal “SIM, TU Podes!”.
Licenciado em Gestão com Pós-Graduação em Sales Management. Co-Fundador e Partner da BeCoach, empresa de Business Coaching que actua na área de Coaching de executivos e alta performance em liderança empresarial.
Como lema de vida adoptou para si a frase de um dos seus ídolos: Não podemos voltar atrás e fazer um novo começo,mas podemos sempre recomeçar e fazer um novo final.Ayrton Senna


Contactos:
Telemóvel:917 884 319
E-mail: jorge@jorgecoutinho.com
Site: www.jorgecoutinho.com

posts recentes

Mafalda e o Ano Novo . ne...

O Colibri . new smile, ne...

4 Regras simples para SER...

A Cidade dos Resmungos . ...

Persistência . new smile,...

Mantém-te Insaciável. Man...

O Papel . new smile, new ...

O Poder do Entusiasmo . n...

A Chávena Cheia . new smi...

Milho, Pipoca e... Piruá ...

arquivos

Fevereiro 2012

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

subscrever feeds