Terça-feira, 23 de Março de 2010

...

new smile, new life 100 . Adoro Voar

"Eu voo porque liberta a minha mente da tirania das coisas mesquinhas." Antoine de Saint-Exupery


por Clarice Lispector

Já escondi um AMOR com medo de perdê-lo, já perdi um AMOR apenas por escondê-lo.
Já segurei nas mãos de alguém por medo, já tive tanto medo, ao ponto de nem sentir minhas mãos.
Já expulsei pessoas que amava de minha vida, já me arrependi por isso.
Já passei noites a chorar até adormecer, já fui dormir tão feliz, ao ponto de nem conseguir fechar os olhos.
Já acreditei em amores perfeitos, já descobri que eles não existem.
Já amei pessoas que me decepcionaram, já decepcionei pessoas que me amaram.
Já passei horas em frente ao espelho a tentar descobrir quem sou, já tive tanta certeza de mim, ao ponto de querer desaparecer..
Já menti e arrependi-me depois, já disse a verdade…e também me arrependi.
Já fingi não dar importância às pessoas que amava, para mais tarde chorar quieta no meu canto.
Já sorri chorando lágrimas de tristeza, já chorei de tanto rir.
Já acreditei em pessoas que não valiam a pena, já deixei de acreditar nas que realmente valiam.
Já tive crises de riso quando não podia.
Já parti pratos, copos e vasos, de raiva.
Já senti muita falta de alguém, mas nunca lhe disse.
Já gritei quando me deveria calar, já me calei quando deveria gritar.
Muitas vezes deixei de falar o que penso para agradar uns, outras vezes falei o que não pensava para magoar outros.
Já contei piadas e mais piadas sem graça, apenas para ver um amigo feliz.
Já inventei histórias com final feliz para dar esperança a quem precisava.
Já sonhei demais, ao ponto de confundir com a realidade...
Já tive medo do escuro, hoje no escuro "acho-me, agacho-me, fico ali".
Já cai várias vezes achando que não iria me reerguer, já me reergui inúmeras vezes achando que não cairia mais.
Já liguei para quem não queria apenas para não ligar para quem realmente queria.
Já chamei pessoas próximas de "amigo" e descobri que não eram... Algumas pessoas nunca precisei chamar de nada e sempre foram e serão especiais para mim.
Não me dêem fórmulas certas, porque eu não espero acertar sempre.
Não me mostrem o que esperam de mim, porque vou sempre seguir meu coração!
Não me façam ser o que não sou, não me convidem a ser igual, porque sinceramente sou diferente!
Não sei amar pela metade, não sei viver de mentiras, não sei voar com os pés no chão.
Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma para SEMPRE!
Gosto dos venenos mais lentos, das bebidas mais amargas, das drogas mais poderosas, das ideias mais insanas, dos pensamentos mais complexos, dos sentimentos mais fortes.
Tenho um apetite voraz e os delírios mais loucos.
Até me podes empurrar de um penhasco que eu vou dizer:
- E então? Eu adoro voar!"

my advice for a new life

VOAR...

E se pudesses voar?

Por uns segundos fecha os teus olhos e imagina que podes voar...

Como seria o teu voo? Quem irias levar contigo nesse voo? Como iria ser para essas pessoas voar contigo? Como iriam ser essas pessoas após esse voo? E tu como irias ser?

E se voar fosse apenas Viver?

E se tudo o que precisasses de fazer fosse Viver a tua VIDA?

publicado por lifecoaching às 07:49
link do post | comentar | favorito
|
9 comentários:
De Dani a 29 de Março de 2010 às 20:38
Jorge, quem escreveu este texto tão fantástico?

Brigada pela partilha,

Daniela


De Carlos a 1 de Abril de 2010 às 12:07
Jorge já tenho a inscrição feita na tua escola de "voo". Agora tenho de ser um aluno assiduo, aplicado e ir aos "treinos". Obrigado pela partilha do teu projecto!!!Um ABRAÇO!!!


De Jorge Coutinho a 2 de Abril de 2010 às 01:07
Daniela,

O texto é da Clarice Lispector.

Grato.


De Jorge Coutinho a 2 de Abril de 2010 às 01:08
Carlos,

Grato pela tua inscrição!

Forte Abraço.


De Jocas ou Jota Abreu a 6 de Abril de 2010 às 00:28
Voar...

Vou roubar o fogo
ao sol
para aquecer todas
as veias

vou roubar a força
ao mar
para sentir
as marés cheias

e ardente, forte e livre
comer os frutos do monte
beber a água das fontes
até a sede parar...

(do Pai)


De Jocas ou Jota Abreu a 6 de Abril de 2010 às 00:39
Não é actual... mas dá para perceber o bem que vocês, equipa de energia do SIM, TU Podes!, me consegue fazer... Ler isto e sentir-me muito mais forte... E este fui eu mesmo que o escrevi... É a partilha...

Tempo
25/05/2009 23:43

"O tempo pergunta ao tempo quanto tempo o tempo tem. O tempo responde ao tempo, que o tempo tem tanto tempo, quanto o tempo o tempo tem."

O tempo.
Ele passa.
Corre.
Pula.
Foge.
Passa por mim sem sequer parecer uma brisa.
Sem sequer parecer passar.
Restam os cabelos ao vento, as árvores que balançam, as folhas que dançam, as ondas que gritam.
E o tempo passa, sem eu dar conta.
Sem me aperceber do que passa por mim.
Da vida que passou por mim neste tempo todo.
Tão pouco e demasiado.
Com tantas e tão poucas coisas.
Tão boas e tão más.
Uma vida. A continuação e um princípio de uma vida.
Tão efémero. Tão insípido. Tão nada. E ao mesmo tempo, tão tudo.
É difícil perceber que passou tanto tempo.

É estúpido perceber que passou este tempo todo. Ou só este tempo pequenino.

Grande ou pequeno, continua a doer.

A queimar, a arder. a não fazer sentido.

E com um sentido tão óbvio e estranho. Tão certo e incoerente.

Continua-se. Pelo trilho.
Pela estrada, pela terra, pelas pedras.

Com sorrisos, com lágrimas.

A alegria amedronta e arrepia.
Assusta. Muito.

Os mimos que me faltam.
Os mimos que me chegam.
Novos, velhos.
Assustam, sobretudo os novos.

Mas a vida é assim mesmo. Uma aventura. de olhos fechados. Quem sabe, não corre melhor.
As incertezas, as tristezas, que já tanto estou habituada.
Haverá um dia que serei feliz. Por toda eu.
Porque sei que mereço, apesar de não ser nenhuma santa ou mártir.
Apenas porque sou boa gente.
E porque vos tenho do meu lado.
Aliás, por cima de mim.
E a torcer por mim.
Apesar de tudo.

Tudo acontece por alguma razão, eu sei.
E cada vez mais tenho a certeza disso.
Daí espere que tudo corra bem.
Daí espere que resulte.
Que, além de tudo, consiga alcançar aquilo que vocês sabem que quero.
E a partir daí, ser feliz. Por inteiro.

Fazes-me falta, Mãe.
Muita. Muita, muita, muita.
Um ano e meio.
O tempo é lixado. Para não dizer asneiras.
As saudades também.

A minha vida nunca será a mesma sem ti - que frase óbvia.
Mas é verdade. Sem ti, isto, é estranho e difícil.

Nunca te esqueças de mim. Nem do nosso amor.
Nem da nossa alegria. Nem dos nossos abraços e sorrisos.
Nem sequer das lágrimas.
Não te esqueças nunca de mim, Mãe.

Não te esqueço, por um minuto que seja.
Nem deste dia, há um ano e meio atrás. Da dor. De ti.
Sempre, Mãe.

Para ti
"Amor, amor, amor, amor, amor presente
Em cada espiga desfolhada"

Um beijinho ao Pai. Grande. Com saudades, muitas.

E continuem a torcer por mim.
Pela filha que tem os melhores Pais do mundo inteiro.


De Lua a 6 de Abril de 2010 às 12:39
Jorge Obrigado pela partilha...Este texto da CL é brutal e reflecte o nosso poder para o EU QUERO...EU POSSO!!! beijinhos e tudo de bom...Abraço de luz!


De xs a 6 de Abril de 2010 às 20:11
Voar...
liberta a pureza do ser, voa sem culpas nem medos, sem imagem ou reflexo, nem revela os segredos, nem precisa ter nexo...


De Jorge Coutinho a 7 de Abril de 2010 às 15:40
Grato pelas V. partilhas...


Comentar post

Em parceria com

Espaço de Coaching Pessoal

Mais do que um blog, este consultório online é um espaço onde pode saber mais sobre Coaching Pessoal. Para si que tem questões e dúvidas nas áreas mais importantes da sua vida o Coaching é uma poderosa parceria que o habilita a gerar mudança, e mudar a sua vida.
Pronto para levar a sua VIDA, os seus Objectivos e as suas Metas para o próximo nível?
O Coaching facilita e leva-o a descobrir poderosas estratégias que o transportam numa fantástica jornada de descoberta e crescimento de onde está AGORA, para onde sonha e deseja vir a estar.

Envie a sua questão:E-mail: jorge@jorgecoutinho.com

Jorge Coutinho

Results Coach e Neurostrategist, Practitioner em PNL, Hipnoterapia e Time Line Therapy e Master Trainer em Coaching. É Membro da comunidade Anthony Robbins sendo actualmente o primeiro e único Senior Leader desta organização em Portugal. Instrutor de Firewalking.
Membro do ICF (International Coach Federation). Criador do Workshop de Desenvolvimento Pessoal “SIM, TU Podes!”.
Licenciado em Gestão com Pós-Graduação em Sales Management. Co-Fundador e Partner da BeCoach, empresa de Business Coaching que actua na área de Coaching de executivos e alta performance em liderança empresarial.
Como lema de vida adoptou para si a frase de um dos seus ídolos: Não podemos voltar atrás e fazer um novo começo,mas podemos sempre recomeçar e fazer um novo final.Ayrton Senna


Contactos:
Telemóvel:917 884 319
E-mail: jorge@jorgecoutinho.com
Site: www.jorgecoutinho.com

posts recentes

Mafalda e o Ano Novo . ne...

O Colibri . new smile, ne...

4 Regras simples para SER...

A Cidade dos Resmungos . ...

Persistência . new smile,...

Mantém-te Insaciável. Man...

O Papel . new smile, new ...

O Poder do Entusiasmo . n...

A Chávena Cheia . new smi...

Milho, Pipoca e... Piruá ...

arquivos

Fevereiro 2012

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

subscrever feeds