Terça-feira, 22 de Junho de 2010

EU Quero Ser Feliz . new smile, new life 113

"Ser feliz não significa que tudo é perfeito. Significa que decidiste olhar além das imperfeições." Anónimo

 

EU Quero Ser Feliz

 

 

"Quando o meu Pai me perguntou
pela primeira vez o que eu queria ser,
respondi-lhe - após uma pequena pausa -
'Eu quero ser feliz.'
Isto, fez o meu Pai parecer bastante infeliz,
mas então tornei-me outra coisa
e todos ficaram felizes comigo."

 

Liselotte Rauner


my vision for a new life

 

SER Apenas...

 

Todos somos únicos, nascemos únicos singulares e incomparáveis.

 

Por alguma razão em algum momento da nossa VIDA somos levados a acreditar que devemos SER difereentes, que nos devemos comparar com outros ou com OS outros.

 

Que não somos suficientes, logo ao não SERmos suficientes não somos amados! A partir desse momento passamos a SER e a VIVER uma VIDA que não é a nossa, que não é a TUA.

 

Ao te comparares com outros estás a desperdiçar as tuas maiores dádivas: unicidade e genuidade!

 

Além que estamos a colocar o controlo da nossa VIDA em algo que não controlamos...

 

As TUAS Perguntas poderosas para esta semana:

 

- quais são os meus talentos, as minhas dádivas?

- como posso vivê-las ainda mais?

- o que estou a perder por as estar a VIVER?

- o que vou ganhar se as VIVER ainda mais?

 


publicado por lifecoaching às 07:05
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Terça-feira, 15 de Junho de 2010

Perdoar é Libertar-se . new smile, new life 112

"Não há amor sem perdão, e não há perdão sem amor." Bryant H. McGill

 

Perdoar é Libertar-se

 

 

Se alguém te atirasse uma pedra, o que você farias com ela?

 

Guardava-la para atirares no teu agressor num momento oportuno ou a atiravas fora?

 

Tratarias dos ferimentos e esquecerias a pedra no lugar em que ela caiu?

 

Se a tua resposta foi que a guardavas para devolver num momento oportuno, então pensa em como essa pedra te irá atrapalhar durante a tua caminhada.

 

Vamos supor que a guardas no bolso da camisa, onde seja fácil pegares nela quando for preciso.

 

Agora imagina como essa pedra te irá causar bastante desconforto.

 

- Primeiro porque será um peso morto a dificultar-te a caminhada exigindo um maior esforço para a manteres no lugar.

 

- Segundo porque cada vez que fores abraçar alguém, ambos sentirão aquele objecto estranho a magoar o peito.

 

- Terceiro porque se ganhares uma flôr, por exemplo, não poderás colocá-la no bolso já que vai estar ocupado com aquele peso inútil.

 

- Em quarto lugar, o teu agressor poderá desaparecer da tua vida e tu nunca mais voltares a encontrá-lo e, nesse caso, terás carregado a pedra inutilmente.

 

Fazendo agora uma comparação com uma ofensa qualquer que tenhas recebido, podemos seguir o mesmo raciocínio.

 

Se guardares a ofensa para a devolveres em momento oportuno, pensa em como será um peso inútil a sobrecarregar-te.

 

Pensa quanto tempo vais perder a pensar no teu agressor e a imaginar planos para te vingares.

 

Pondera quantas vezes deixarás de sorrir para alguém ao pensares em como vais devolver a ofensa.

 

E insistires em alimentar a idéia de vingança, com o passar do tempo vais-te tornar uma pessoa amarga e infeliz, pois esse ácido guardado na tua intimidade vai apagar o teu brilho e a tua vitalidade.

 

Mas se pensares diferente e quando receberes uma pedrada, tratares dos ferimentos e atirares a pedra fora, vais perceber que essa é uma decisão inteligente, pois vais agir da mesma forma quando receberes outra ofensa qualquer.

 

Quem desculpa o seu agressor é verdadeiramente uma pessoa livre, pois perdoar é libertar-se.

 

Além de que quem procura a vingança iguala-se ao seu agressor e perde toda razão mesmo que esteja certo.

 

Somente pode considerar-se diferente quem age de forma diferente e não aquele que deseja fazer justiça com as próprias mãos.

 

Perdoar não é apenas esquecer temporariamente as ofensas, é limpar o coração de qualquer sentimento de vingança ou de mágoa.

Pensa nisso!

 

A pedra bruta perdoa as mãos que a ferem, transformando-se em estátua valiosa.

 

O grão de trigo perdoa o agricultor que o atira ao solo, multiplicando-se em muitos grãos que, esmagados, enriquecem a mesa.

 

O ferro deixa-se dobrar sob altas temperaturas e perdoa os que o modelam, construindo segurança e conforto.

 

Perdoar, portanto, é impositivo para toda hora e todo instante, pois o perdão verdadeiro é como uma luz arremessada na direção da vida e que voltará sempre à fonte de onde saiu.

 

my vision for a new life

 

my vision for a new life

 

Coloca-te em CAUSA

 

Independentemente da situação deves-te sempre colocar em Causa e não em efeito...

 

Ao estares em Causa estás em Acção, em efeito em reacção...

 

Ao estares em Causa chama a ti a responsabilidade por TUDO o que faz parte da tua VIDA. Perdoar faz parte de ti. Perdoar liberta-te e transforma a tua Visão sobre a realidade. E como a realidade é criada por ti, vais ver uma nova realidade.

 

Quando não perdoamos alguém ou algo é porque ainda não nos perdoámos a nós. Para perdoar é preciso te veres livre do teu EGO, é o teu EGO que te diz que não deves perdoar...

 

Se escolheres perdoar estás a amar-te e a respeitar-te ainda mais... Pensa nisso!

 

As TUAS perguntas para este semana:

 

- o que estou a ganhar em não Perdoar?

- o que já perdi em não Perdoar?

- o que posso ganhar se Perdoar?

- o que vou perder se não Perdoar?

publicado por lifecoaching às 07:17
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 8 de Junho de 2010

O Oleiro e o Poeta . new smile, new life 111

"A qualidade da tua vida é a qualidade dos teus relacionamentos." Anthony Robbins

 

O Oleiro e o Poeta


Há muito tempo, na cidade de Zahlé, ocorreu uma rixa entre um jovem poeta, de nome Fauzi, e um oleiro, chamado Nagib.

Para evitar que o tumulto se agravasse, eles foram levados à presença do juiz do lugarejo.

O juiz, homem íntegro e bondoso, interrogou primeiramente o oleiro, que parecia muito exaltado.

"Disseram-me que você foi agredido? Isso é verdade?"

"Sim, senhor juiz." - confirmou o oleiro - "fui agredido em minha própria casa por este poeta. Eu estava, como de costume, trabalhando em minha oficina, quando ouvi um ruído e a seguir um baque.

Quando fui à janela pude constatar que o poeta Fauzi havia atirado com violência uma pedra, que partiu um dos vasos que estava a secar perto da porta.

Exijo uma indenização!" - gritava o oleiro.

O juiz voltou-se para o poeta e perguntou-lhe serenamente: "Como justifica o seu estranho proceder?"

"Senhor juiz, o caso é simples." - disse o poeta.

"Há três dias eu passava pela frente da casa do oleiro Nagib, quando percebi que ele declamava um dos meus poemas. Notei com tristeza que os versos estavam errados. Meus poemas eram mutilados pelo oleiro.

Aproximei-me dele e ensinei-lhe a declamá-los da forma certa, o que ele fez sem grande dificuldade.

No dia seguinte, passei pelo mesmo lugar e ouvi novamente o oleiro a repetir os mesmos versos de forma errada.

Cheio de paciência tornei a ensinar-lhe a maneira correta e pedi-lhe que não tornasse a deturpá-los.

Hoje, finalmente, eu regressava do trabalho quando, ao passar diante da casa do oleiro, percebi que ele declamava minha poesia estropiando as rimas e mutilando vergonhosamente os versos.

Não me contive. Apanhei uma pedra e parti com ela um de seus vasos.

Como vê, meu comportamento nada mais é do que uma represália pela conduta do oleiro."

Ao ouvir as alegações do poeta, o juiz dirigiu-se ao oleiro e declarou: "que esse caso, Nagib, sirva de lição para o futuro. Procure respeitar as obras alheias a fim de que os outros artistas respeitem as suas.

Se você equivocadamente julgava-se no direito de quebrar o verso do poeta, achou-se também o poeta egoisticamente no direito de quebrar o seu vaso."

E a sentença foi a seguinte: "determino que o oleiro Nagib fabrique um novo vaso de linhas perfeitas e cores harmoniosas, no qual o poeta Fauzi escreverá um de seus lindos versos. Esse vaso será vendido em leilão e a importância obtida pela venda deverá ser dividida em partes iguais entre ambos."

A notícia sobre a forma inesperada como o sábio juiz resolveu a disputa espalhou-se rapidamente.

Foram vendidos muitos vasos feitos por Nagib adornados com os versos do poeta. Em pouco tempo Nagib e Fauzi prosperaram muito. Tornaram-se amigos e cada qual passou a respeitar e a admirar o trabalho do outro.

O oleiro mostrava-se arrebatado ao ouvir os versos do poeta, enquanto o poeta encantava-se com os vasos admiráveis do oleiro.

 

my vision for a new life

 

Relaciona-te

 

A qualida da tua vida é directamente proporcional à forma como te relacionas, pois os teus relacionamentos dependem acima de tudo de TI.

 

O que por vezes parece um desafio entre partes pode transformar-se numa dádiva para ambos.

 

Se olhares para além do desafio, se chamares a ti a responsabilidade dos teus actos, o que está ao teu redor muda de percepção.

 

Considera adicionar valor ao invés de retirares valor. Considera criar ao invés de critícar ou destruir. Considera solucionar...

 

Perguntas para desafios:

 

- isto é mesmo um desafio?

- o que posso ganhar em mudar a minha perspectiva?

- como posso eu acrescentar valor?

- qual a minha responsabilidade na solução?

publicado por lifecoaching às 07:21
link do post | comentar | favorito
|
Em parceria com

Espaço de Coaching Pessoal

Mais do que um blog, este consultório online é um espaço onde pode saber mais sobre Coaching Pessoal. Para si que tem questões e dúvidas nas áreas mais importantes da sua vida o Coaching é uma poderosa parceria que o habilita a gerar mudança, e mudar a sua vida.
Pronto para levar a sua VIDA, os seus Objectivos e as suas Metas para o próximo nível?
O Coaching facilita e leva-o a descobrir poderosas estratégias que o transportam numa fantástica jornada de descoberta e crescimento de onde está AGORA, para onde sonha e deseja vir a estar.

Envie a sua questão:E-mail: jorge@jorgecoutinho.com

Jorge Coutinho

Results Coach e Neurostrategist, Practitioner em PNL, Hipnoterapia e Time Line Therapy e Master Trainer em Coaching. É Membro da comunidade Anthony Robbins sendo actualmente o primeiro e único Senior Leader desta organização em Portugal. Instrutor de Firewalking.
Membro do ICF (International Coach Federation). Criador do Workshop de Desenvolvimento Pessoal “SIM, TU Podes!”.
Licenciado em Gestão com Pós-Graduação em Sales Management. Co-Fundador e Partner da BeCoach, empresa de Business Coaching que actua na área de Coaching de executivos e alta performance em liderança empresarial.
Como lema de vida adoptou para si a frase de um dos seus ídolos: Não podemos voltar atrás e fazer um novo começo,mas podemos sempre recomeçar e fazer um novo final.Ayrton Senna


Contactos:
Telemóvel:917 884 319
E-mail: jorge@jorgecoutinho.com
Site: www.jorgecoutinho.com

posts recentes

Mafalda e o Ano Novo . ne...

O Colibri . new smile, ne...

4 Regras simples para SER...

A Cidade dos Resmungos . ...

Persistência . new smile,...

Mantém-te Insaciável. Man...

O Papel . new smile, new ...

O Poder do Entusiasmo . n...

A Chávena Cheia . new smi...

Milho, Pipoca e... Piruá ...

arquivos

Fevereiro 2012

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

subscrever feeds